grávida
Empreendedorismo

Quase Desistindo…

Olá, minha genteee!!!

Que legal que você está aqui comigo de novo!! Você leu o começo da nossa história?? Se ainda não leu, Clique Aqui, leia tudinho até chegar aqui de novo!!

MAS ENTÃO, O QUE VOCÊ TINHA ACHADO MESMO?

Eu tinha deixado a pergunta: O que você achou desse meu começo? Tinha pinta de que ia dar certo? Ou parecia uma aventureira empolgada? Ou uma desesperada sem muitas alternativas? Tinha cara de empreendedorismo? Ou estava mais para amadorismo? Como você acha que foram as vendas? Bombei e me animei?? Ou fracassei e desanimei?

COMENTE ABAIXO! QUERO SABER! 👇🏼

Quero saber, porque eu mesma não tenho resposta para essas perguntas… Eu tinha certeza que ia dar certo. Mas com certeza era uma aventura e eu estava muito empolgada, quase cega, é verdade, e um tanto desesperada para mudar de vida… sem saber por onde começar, nem como começar direito… Não tinha tempo para um plano de negócios… Meu tempo era o meu horário de sono. Trocar o sono pela máquina de costura até dava… Mas trocar o sono por um computador e muita reflexão e pesquisa e barreiras e tudo que envolve fazer a coisa do jeito certo, não ia rolar… Eu simplesmente ia dormir… Então, de fato, eu não tinha muitas alternativas… Queria empreender, mas com certeza começaria de forma bem amadora… Se não desse em nada, ok. Eu continuaria com meu trabalho e a minha vidinha de antes… Mas podia dar certo…

ENFIM, DEI AS CARAS!!

E assim foi! Experimentei, dei uma chance para os meus devaneios…

E foi muito divertido! A companhia da Tia Vera foi incrível, só alimentou mais e mais os meus sonhos… Descobri também que meu sonho não se resumia ao romantismo da criação, execução de idéias, produção de alegrias e coisas fofas… Era preciso vender, se organizar, tinha uma logística bem pesada envolvida, menos tempo ainda com o Dri e a Juju, mais e mais cansaço…

MAIS E MAIS CANSAÇO? MAS ESSA ERA A VIDA MELHOR? 

Então… a vida de feirinha era aquilo mesmo… Produção intensa durante as madrugadas, um perrengue de carrega carro em casa, descarrega na feirinha, monta a lojinha, desmonta a lojinha, carrega o carro de novo, descarrega em casa de novo, arruma tudo e domingo que vem, tuuuuudo de novo… Fora que as vendas… ahhh as vendas não eram assim muito animadoras não… E nesse meio tempo, os cordões de luz estavam bombando no Instagram e Facebook… E eu já não estava mais dando conta de tudo, até o Dri tinha entrado na dança e na linha de produção!! Quase todo dia na hora do almoço eu tinha que ir nos Correios despachar pedidos… Ou seja, a feirinha tinha sido o pontapé inicial, mas era preciso dar o próximo passo!

CRESCENDO NA VIDA… Rs rs

Abandonei essa vida antes mesmo do natal e foquei nas vendas pelas redes sociais e a coisa foi crescendo. Ainda muito pequena, mas crescendo. Fui me animando. E em fevereiro eu tirei férias do trabalho para correr atrás de terceirizar a produção. Demorou bastante, mas consegui! Nossa, mil vezes melhor agora… Uma equipe super caprichosa, amorosa e detalhista! Tudo que eu precisava!

MAS NEM TUDO SÃO FLORES… 

Em seguida, precisava montar um site de e-commerce. Comecei mas esbarrei em muitas dificuldades… Mais ou menos nessa época, em abril, engravidei do Pedro (yehhhh!!!) e começaram as insônias. Para ajudar acumulei mais uma coordenação no trabalho que envolvia mergulhar num mundo de assuntos desconhecidos, mais responsabilidade, afee… Julieta estacionou por alguns meses…

OI? 

Sim… foi agoniante, não conseguia continuar, estava travada, parecia que estava de mãos atadas, a cabeça explodia de tantas ideias, e eu me sentia sufocada mais uma vez…

Até que em julho,  já com uma barriguinha importante, numa manhã fria do inverno Curitibano, novamente tudo mudou! Tcharammmm!

WOOHOO!! O QUÊ? O QUÊ? 

Calma, calma…

Primeiro me conta… Quem aqui já passou por isso?  Sentiu os sonhos serem engolidos pela rotina, pela falta de forças, pela falta de tempo… Você desistiu? Foi melhor? Aliviou? Ou você se arrepende? Quem aguentou e foi em frente? Me contaaaaa!!!

Clique Aqui para eu te avisar quando essa história continuar!! Não perca! Veja como, às vezes, vale a pena não desistir mesmo quando tudo parece perdido… (e se eu ficar chata, você se descadastra a qualquer momento, rs rs)

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Inscreva-se em nossa newsletter!