o sono do bebê
Criando Filhos, DIRETO AO PONTO

Sono do Bebê Parte I – Por Que Essa Deveria Ser Sua Principal Meta! (Direto ao Ponto #3)

sono do bebê

O vídeo de hoje sobre o sono do bebê é para homens e mulheres esperando bebê e para quem tem ou cuida de bebezinho bem pequeno! Então já aproveita e compartilha esse post com as amigas grávidas ou as que tiveram bebê recenemente!

Na verdade, vale também para famílias com bebês maiores, até crianças, pois se bons hábitos de sono não foram adquiridos quando bem novinho, as chances são que essa família ainda tem problemas…

Está acompanhando nosso Quadro Direto ao Ponto? Confira os primeiros posts:

Direto ao Ponto #1: Apresentação – Como Educar Seus Filhos

Direto ao Ponto #2: Terrible Two – Como Sair Viva! Dicas que Funcionam para Você Aplicar Imediatamente!

Então vou começar com uma pergunta:

VOCÊ SE IMPORTA COM O SONO DO SEU BEBÊ?

Ou ainda melhor: se você pudesse escolher entre ter um bebê calmo e feliz e ter um bebê nervoso e que está sempre incomodado, o que você escolheria?

Não entendeu a conexão? Sono do bebê e bem-estar são coisas diferentes para você?

Parece boba a pergunta porque a maioria de nós acha que nós não podemos escolher nada disso!

Então deixa eu contar uma historinha de como eu me deparei com essa pergunta, quando estava grávida da Juju.

O SONO DO BEBÊ & SEUS BENEFÍCIOS: UM HISTÓRIA REAL

Por acaso, quando eu estava grávida de uns 6 meses da Juju, passamos um feriado hospedados da mesma casa que um casal que tinha uma bebê muito querida, a Virgine, que estava completando um ano.

Logo de cara eu já fiquei muito impressionada com ela, porque passamos um dia inteiro juntos em casa e sabe quando você nem lembra que tem bebê por perto? Ela passou o dia super bem, sem nenhuma crise de choro, sem reclamar, os pais puderam comer junto com todo mundo, conversar normalmente… Nem a mãe nem o pai aparentavam cansaço e exaustão. Eram adultos normais e “equilibrados”, rs rs. Isso já me soou estranho. Ela brincava bastante e ficava bem sozinha, se entretendo com coisinhas simples. Simplesmente não incomodava. Na hora de comer, comia sem nenhum estresse.

Na hora dos soninhos, a mãe subia com ela e descia sem ela depois de 2 minutos! E na hora do jantar, a mesma coisa, a mãe foi colocá-la para dormir e eu pensei: “Coitada! Ficou sem jantar!” Mas pasmem: ela desceu logo em seguida e eu não aguentei e tive que perguntar: “Não é possível! A Virgine já dormiu?”

NÃO SEI… DEIXEI-A NO BERÇO… DAQUI A POUCO ELA DORME…”

Quase caí dura! Um neném assim era possível? Isso existia?

Pois é, existia e eu vi com meus próprios olhos! Ela foi colocada no berço às 7 da noite e, segundo a mãe, acordou só às 7 da manhã! “Segundo a mãe” porque eu não escutei nem um pio a noite inteira e nem quando ela acordou (e eu estava no quarto ao lado).

Foi realmente um fim de semana que me impactou muito! Observei aquela família por 3 dias e 2 noites. Comparei com a visão que temos de um bebê típico: bebês choram. E muito! Bebês não dormem. Nem seus pais, ou pelo menos, nem sua mãe. As mães estão sempre exaustas e as famílias estressadas. O ambiente é um caos.

Familiar? Pois é…

MAS BEBÊ FÁCIL NÃO VEM PRONTO! O SONO DO BEBÊ É A BASE DE TUDO!

Fiquei encantada e perguntei o segredo! E ela me indicou esse livro: On Becoming Baby Wise (Garry Ezzo e Robert Bucknam). Disse que seguiu tim tim por tim tim.

Pensei comigo: “Opa! Também quero um bebê assim!”

Mas quando a gente se depara com esses raros bebês fáceis (que nunca são os nossos), temos a tendência de pensar: “Puts, que sorte a dela!”

E realmente, pode ser um pouco de sorte. A psicologia diz que os seres humanos são “moldados” a partir de 3 componentes: genética, temperamento e ambiente. Genética e temperamente dependem bastante de sorte mesmo, nós não conseguimos controlar. Mas o ambiente sim!

O ambiente, nós podemos controlar! E, inclusive, já existem estudos que dizem que até a genética e o temperamento podem ser alterados pelo ambiente!

Ou seja, nós podemos interferir e criar condições propícias ao desenvolvimento saudável dos nossos bebês, e principalmente, podemos criar condições propícias ao sono de boa qualidade! Não precisamos de sorte! Precisamos de técnica!

Claro que nosso objetivo como pais não é unicamente ensinar nossos filhos a dormirem bem, mas se conseguirmos fazer isso bem cedo, essa será a base para todo o resto! É sério! Parece exagerado atribuir tanta importância assim ao sono, não é?

AFINAL, POR QUÊ O SONO DO BEBÊ É TÃO IMPORTANTE?

Antes de falarmos sobre a técnica, queria apenas projetar a sua vida com um bebê que não dorme bem. Para você refletir e decidir!

Você vai esperar ver se tem a sorte de ganhar da cegonha um bebê fácil? Você vai lançar o sono do bebê à sorte?

Ou se prefere atuar no ambiente e fazer o que está sim ao seu alcance para proporcionar o ambiente ideal para o sono do bebê?

SE O BEBÊ NÃO DORME, NINGUÉM DORME!

Vamos esquecer um pouco os benefícios do bom sono do bebê. E vamos nos concentrar apenas nesse fato: se o bebê não dorme, ninguém dorme!

Então vamos falar primeiro dos adultos.

Os efeitos da privação do sono é assunto de milhares de pesquisas e todo mundo sabe que alguém que não dorme bem, não funciona bem! Não preciso me estender muito. Mas atentem para os seguintes sintomas:

– irritabilidade;

– instabilidade emocional e social;

– incapacidade de concentração;

– comprometimento da habilidade motora;

– interferência na produção de leite.

Agora pensem na sua família com um bebezinho recém nascido para cuidar, dependendo 100% de você. O bebê não dorme uma noite, não dorme a segunda, nem a terceira. Isso vira um padrão e você não dorme nunca e seu marido dorme mal também. Durante o dia você dá umas piscadas, mas nunca são suficientes. Seu marido quase não aguenta manter os olhos abertos nas reuniões depois do almoço no trabalho. Você está exausta e irritada. Ele também. Sua produção de leite é insuficiente e o nenê chora mais ainda porque tem fome, você fica desesperada e trata mal todo mundo, mesmo quem vem para te ajudar. Você não tem paciência com ninguém, nem mesmo com aquela coisinha fofa que veio para desestabilizar a sua vida! Quando seu marido chega do trabalho você está na porta com o pacotinho pronto para ser entregue, afinal chegou a hora da troca de turno! Você espera que ele assuma a rotina da noite, mas ele está cansado e preocupado, seu desempenho no trabalho caiu e logo isso será um problema. Vocês brigam e culpam um ao outro, já até pensam na separação. O ambiente é pesado e estressante, o bebê sente e não consegue mamar bem antes de dormir. A rotina da família é um martírio e quando ele finalmente dorme, você cai dura e dorme junto! Mas não se anime, esse descanso não vai durar muito… Logo logo chega a madrugada para te enlouquecer de vez!

Imaginou? Parece exagerado? Pergunte a uma amiga nessa fase…

Percebe que mesmo que não tivesse benefício nenhum para o bebê, mesmo assim ele precisa dormir, pelo simples fato que VOCÊ precisa dormir também?

MAS E O SONO DO BEBÊ, É IMPORTANTE PARA ELE?

Bom, se nos concentrarmos apenas nos efeitos para o bebê, esquecendo da repercursão na família,  podemos começar falando da relação de um bom sono com o crescimento dos bebês. O hormônio do crescimento é liberado durante o sono. Mas precisa ser um sono longo e contínuo. Bebês com hábitos de sono erráticos têm o seu desenvolvimento seriamente comprometido: desenvolvimento físico, intelectual e emocional! Perceba. Existem muitas pesquisas que atribuem, inclusive, as dificuldades de aprendizado à má qualidade do sono, levando até mesmo a quocientes de inteligência (QI) mais baixos. Percebe a gravidade?

Além disso, como já dissemos, o sono é a base de tudo: o bebê que não dorme bem tem fadiga, está sempre irritado e chora por qualquer coisinha. É facilmente rotulado de “bebê chato” que faz manha, que faz birra! É uma judiação. A culpa não é dele! Ele só não teve a oportunidade de aprender a dormir bem.

Como ele está irritado e cansado, na hora de mamar, ele mama mal, demora mais, ele mama e pára, mama e pára. Passa o dia mamando, pendurado no peito. Esse hábito geralmente desencadeia gases e cólicas, e ele chora mais ainda e fica exausto. Chega a hora do soninho e a fadiga é tanta que ele nem consegue adormecer, ele está nervoso de tão cansado. Ele demora para dormir e quando finalmente consegue, ele logo acorda porque tem fome, afinal não mamou bem!

Sentiu o ciclo interminável?

E como você também está cansada e irritada, faz o que dá porque já não aguenta mais! A combinação de tudo isso é explosiva! E a reversão parece cada vez mais impossível!

Pensando em tudo isso, refino a pergunta:

VOCÊ SE IMPORTA COM O SONO DO SEU BEBÊ?

Se você pudesse escolher entre um bebê que dorme a noite toda e um bebê que não dorme bem, o que você escolheria?

Continua parecendo boba essa pergunta?

Mesmo sabendo que VOCÊ PODE criar as condições ideias para ensiná-lo a dormir e com isso contribuir enormemente com seu desenvolvimento físico, intelectual e emocional?

Por quê será que assim que sabemos que teremos um bebê já começamos a nos programar para colocá-los numa boa escola e talvez até universidade, mas não nos programamos para ensiná-lo a dormir que é tão mais básico, tão mais fundamental e cujos efeitos podem até suprir a necessidade da melhor escola, cujos efeitos são tão mais impactantes na saúde e no futuro do nosso bebê?

Irônico não?

E se eu te disser que Garry Enzo e Robert Bucknam, autores do livro Baby Wise, garantem que todos os bebês têm a capacidade de dormir:

– de 7 a 8 horas por noite a partir de 7-10 semanas de vida

– e de 10 a 12 horas por noite a partir de 12 semanas de vida

Mas raramente eles conseguem essa façanha sem ajuda! Porque, ironicamente, nosso instinto nos leva a fazer o oposto do que eles precisam!

AGORA A BOA NOTÍCIA: EXISTE UM MÉTODO QUE GARANTE O SONO DO BEBÊ!

E não é difícil! E eu vou te ensinar tim tim por tim tim! Clique Aqui!

Mas é importante que você saiba, esse método tem melhores resultados se for iniciado logo no 1º dia, ainda na maternidade! Porque tudo que você ensina bem no comecinho, o bebê aprende bem mais rápido! Porque é a única maneira que ele conhece!

Não é impossível de fazer depois. Apenas mais difícil. Envolverá mudança de hábitos já estabelecidos.

Então se você se importa com o sono do bebê, opte pelos bons hábitos desde o 1º dia na maternidade! Se esse dia já passou, quanto antes você iniciar os bons hábitos, melhor!

AGORA PENSE, REFLITA & FAÇA SUAS ESCOLHAS SOBRE O SONO DO BEBÊ!

Te deixo com as perguntas iniciais principalmente sobre o sono do bebê. Pense profundamente no assunto e se você decidir que o sono do bebê é importante para a sua família, Confira Aqui o próximo post: Sono do Bebê Parte II – Técnica para Bebê Dormir a Noite Inteira!

sono do bebê

Compartilhe esse post com sua amiga grávida ou aquela que está sofrendo com noites mal dormidas. Já pensou que você pode mudar totalmente a vida dela?

E Clique Aqui se quiser que eu te avise quando tivermos mais posts como esse!

** Não vá embora: acompanhe semanalmente capítulos da nossa história de empreendedorismo!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Inscreva-se em nossa newsletter!